unnamed (6)Asilo Casa Santa Maria dos Anjos, em Palhoça, na Grande Florianópolis, busca novas estratégias para a captação de recursos com objetivo de superar os grandes desafios. A instituição, que desde 1995 realiza trabalho filantrópico, acumula uma dívida que passa dos R$ 50 mil.

O lar atende, no momento, 27 idosos. Dos internos, 26 apresentam graves problemas de saúde, doenças físicas e mentais. A maioria não possui família. O local tem capacidade para abrigar até 40 idosos, mas por falta de recursos, não está acolhendo mais.

Em busca de melhorar a captação de recursos e firmar novas parcerias, a Instituição contratou Alex Ricardo Passos, formado em Administração em Recursos Humanos. Ele traz todo o seu conhecimento e experiência assumindo, além de um grande desafio profissional, uma missão pessoal. Diz se comover com frases ditas pelos próprios idosos como: “Não tenho mais família, o asilo pra mim é muito bom” (D. Chiquinha).

Depois de ter feito uma avaliação com a administração do Asilo Casa Santa Maria dos Anjos e realizado um planejamento estratégico, apostam nas parcerias de captação de recursos junto a empresas, eventos, no município e outros. Entre os gastos fixos estão os salários dos 22 funcionários. Além disso, por mês, a casa fecha o orçamento com um déficit entre R$ 25 mil e R$ 30 mil. O valor arrecadado não é o suficiente. A Instituição procura novas formas de manter o funcionamento da mesma.

Aqueles que tiverem interesse em contribuir com esse projeto podem nos contatar: (48) 9665-2575 – [email protected], pois deixará registrado em sua vida a nossa missão: “Cuidar bem de quem sempre cuidou de nós”.

O asilo da Palhoça precisa da sua ajuda!

O asilo da Palhoça precisa da sua ajuda!

Por: José Allison – Coordenador

Asilo Casa Santa Maria dos Anjos

1 Comentários, RSS

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*