Igreja Matriz de São José, na primeira metade do século XX. Foto: arquivo de Osni Machado.

Para comemorar os 268 anos da Paróquia de São José, ocorre uma Missa nesta sexta-feira, 26, às 19h30, na Igreja Matriz do Centro Histórico.

Em março de 1750, 182 casais vindos dos Açores chegaram nas terras continentais próximas a Desterro, dando início ao povoado de São José. Junto chegaram alguns sacerdotes para atender o pequeno povoado. Alguns meses depois, aos 26 de outubro do mesmo ano, uma Provisão Régia criou a Paróquia de São José, nomeando Pe. José Antônio da Silveira como vigário.

Com a colonização da regiã,o a paróquia foi crescendo cada vez mais, chegando a atender onde hoje é São Pedro de Alcântara, Santo Amaro, Palhoça e Estreito. Contudo, em 23 de abril de 1844, após a Lei Provincial nº 194, desmembrou-se a primeira paróquia filha, São Pedro de Alcântara. E hoje uniu-se à Paróquia de São José para comemorar essa data tão importante, representando todas as paróquias filhas de São José.

Com o passar dos anos, outras paróquias foram sendo criadas, transformando a pequena igreja do Centro Histórico em mãe, a originária de parte das paróquias da região da Grande Florianópolis.

Atualmente, a Paróquia de São José conta com quatro comunidades: Matriz, Santo Antônio, Nossa Senhora de Fátima e Santa Filomena, e Nossa Senhora dos Navegantes; além da Irmandade Senhor Bom Jesus dos Passos.

Foto:: Osni Machado

Hoje, a Paróquia de São José comemora seus 268 anos. Esses anos foram compostos por fé e perseverança de todos que já passaram por aqui. A fé tornou-se um dos pilares da constituição de um município, da comunidade josefense. Trazemos em nossa história o trabalho de muitos que aqui passaram e construíram essa paróquia, como nós fazemos e como as futuras gerações haverão de fazer.

Foto da igreja de costas: Fernanda Bruggemann
Igreja de frente: Osni Machado

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*