No último sábado, 05, mais de catorze comunidades que celebram a Festa do Divino Espírito Santo se reuniram ao lado da Catedral para abrir o Ciclo do Divino Espírito Santo.

Este ciclo começa cinquenta dias depois da Páscoa, e tem seu ápice no domingo de Pentecoste e segue as festas até meados de setembro. A Festa do Divino é uma manifestação cultural e religiosa símbolo do litoral catarinense, por ter sido trazida pelos casais açorianos a mais de duzentos anos. Essa tradição está presente em toda a ilha e na região continental; em cidades como: São José, Palhoça, Governador Celso Ramos e Santo Amaro, por exemplo.

Para instituir o começo dos festejos, a Prefeitura de Florianópolis, em parceria com a Fundação de Cultura, vem fazendo desde 2010 essa abertura com as cortes e festeiros da ilha e com os demais municípios. Mas, esse ano foi ainda mais especial já que as Festas do Divino Espírito Santo de Florianópolis foram tombadas como Patrimônio Cultural Intangível, sendo resguardado por lei a partir de agora; assim como a festa de São José, tombada a quatro anos.

Após uma reflexão sobre a festa e seu real significado, na Catedral, Pe. Davi deu uma benção aos pães e as cortes, desejando um bom começo de preparação, tanto espiritual quanto física, para começar as comemorações. Em seguida, todas as comunidades fizeram um trajeto pelas ruas do Centro e no Mercado Público para divulgar as festas.

Por Fernanda Brüggemann

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*