A 6ª Semana Social Brasileira (6ª SSB) que acontece em todo país entre 2020 e 2022, visa promover a mobilização da sociedade a partir do tema central “mutirão pela vida: por terra, teto e trabalho”. O mutirão é o caminho metodológico da 6ª SSB, como forma de convocar a população ao engajamento concreto pela superação das desigualdades sociais existentes no país. Por isso, tem a coordenação das pastorais sociais da Igreja Católica, dos movimentos sociais do campo e da cidade, de organizações da sociedade civil, igrejas cristãs, povos indígenas e comunidades tradicionais.

Em Santa Catarina, o primeiro encontro aconteceu nos dias 19 e 20 de março de forma virtual com a presença de lideranças sociais das 10 dioceses catarinenses, com o objetivo de refletir sobre “Terra e Economia”. Durante a reflexão se evidenciou que a relação com a terra como fonte geradora de vida remete a uma revisão da perspectiva meramente econômica adotada pelo sistema capitalista. A Economia de Francisco e Clara, que também foi assunto no encontro, provoca e inspira a repensar a economia numa atitude de relação com a Casa Comum, que tenha por fundamento a vida em todas as suas dimensões.

Os encontros do Mutirão pela Vida continuam em 2021. Agora é a vez das dioceses e pastorais sociais realizarem seus encontros. Depois haverá mais dois encontros em nível estadual: nos dias 7 e 8 de maio de 2021, acontecerá a etapa Mutirão por Trabalho e Democracia e nos dias 9 e 10 de setembro o tema será Mutirão por Teto e Soberania. Organize os encontros de sua pastoral, faça parte deste mutirão pela vida, entre em contato com a Ação Social Arquidiocesana para receber os materiais formativos e de rodas de conversa.

Artigo publicado na edição de abril de 2021 do Jornal da Arquidiocese, página 5.

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*