A venda do tradicional bolo de Santo Antônio, no centro da capital começou no dia 7

Iniciou na sexta, 7, a venda do tradicional bolo de Santo Antônio, na Paróquia que leva o nome do santo, no centro da capital. Esta atividade faz parte da Trezena de Santo Antônio, que este ano tem como tema: “Santo Antônio, o santo do diálogo”.

Na quinta, 6, foi encerrada a produção do bolo. Foram três dias de trabalho, no salão da paróquia, que contou com ajuda de 12 voluntários.

O bolo será de pouco mais de uma tonelada, com uma média de 13 metros de comprimento.

Dentro da massa estão sendo colocados três pares de aliança e 1.500 imagens em miniaturas de Santo Antônio envoltas em filme plástico.

A venda do bolo contou com ajuda de 21 voluntários da paróquia. A renda será revertida para os projetos sociais e a manutenção da paróquia.

O bolo franciscano de Santo Antônio é uma tradição já bastante difundida entre as fraternidades e paróquias franciscanas dedicadas a Santo Antônio.

Confira a programação completa, no cartaz nesta publicação.

Bolo de Santo Antônio

História do Bolo de Santo Antônio:

Esse ano é a sétima edição do bolo de Santo Antônio nesta paróquia.

Foi inspirado no bolo apresentado pela Paróquia de Bom Jesus dos Aflitos, de Curitiba (PR), e iniciou de forma muito singela, com um grupo de senhoras fazendo bolos caseiros de coco, voltados para ao dia dos namorados.

Esses bolos apresentavam algumas imagens do santo. Iniciaram com cerca de 5kg de bolo. No ano seguinte passou para 10 Kg; em 2009 foram vendidos 20kg; conforme o bolo ia se popularizando, o peso ia aumentando mais e mais.

Em 2013, o pároco, então Frei Vanderley Grassi, OFM, juntamente com algumas paroquianas, visitaram a paróquia de Curitiba e acompanharam a produção do bolo, de onde trouxeram as informações básicas para a sua implementação em Florianópolis.

Em 2018 foram vendidas aproximadamente 4500 fatias grandes. A maioria das pessoas buscam o bolo de Santo Antônio com a intenção de encontrar uma mini imagem do santo ou um par de aliança ocultos no bolo na forma de um vale brinde.

O dia 12 de junho, dia dos namorados, é quando acontece a maior procura pelo bolo de Santo Antônio. É tradição nesse dia os namorados, esposos e pretendentes virem em busca do bolo para oferecer à pessoa amada; outros usam ofertar o bolo de Santo Antônio em demonstração de amizade, amor e de carinho.

Características do bolo

O bolo de santo António é simples, produzido artesanalmente por pessoas da comunidade. O bolo é montado e, à medida que vai sendo vendido, complementado com tabuleiros adicionais, totalizando a extensão de 18 metros de comprimento por um metro de largura. Pesando aproximadamente 1,5 toneladas. É recheado com doce de leite e doce de chocolate. Recebe cobertura de glacê e decoração à base de confeitos e chocolate fracionado derretido.

Durante a montagem do bolo, antes da realização da cobertura, são inseridas, na massa, 1.500 mini imagens de Santo Antônio distribuídas aleatoriamente. As imagens são embaladas em material higienizado. Algumas destas trazem um vale brinde de um par de alianças. Quem encontra esta imagem em miniatura no pedaço de bolo, fica muito feliz. Certeza de sonho realizado!

Processo de produção

O gerenciamento e a execução do bolo são realizados por senhoras da comunidade em processo bem artesanal. Acontece dentro do convento dos Freis franciscanos; o local não é aberto aos leigos, somente nesses dias a equipe de produção tem acesso.

Também são convidados à participar da produção, alunos de cursos de panificação da escola IFSC e uma artista plástica para planejar a arte e que também participa da decoração do bolo.

Durante a produção, como nas vendas, é dada atenção especial em relação à higiene do local, das atividades e das pessoas envolvidas.

Por Paróquia Santo Antônio – centro de Florianópolis

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*