O ano de 2016 apresentou mudanças para os catequizandos e as famílias

Família Albino, de São José, empolgada com a IVC

Família Albino, de São José, empolgada com a IVC

O Plano de Pastoral da Arquidiocese de Florianópolis, proposto para vigorar entre os anos de 2012 a 2022, assumiu, seguindo as orientações nacionais, a concretização da segunda urgência da ação evangelizadora no Brasil: a Iniciação à Vida Cristã (IVC).

Na prática, a Iniciação adquire forma de acordo com os projetos diocesanos. Por isso, após cinco anos de vigência do Plano de Pastoral, percebe-se a concretização de um projeto que ainda tem muito a ser estruturado. Contudo, já apresenta muitas alegrias no contexto das paróquias e coordenações de animação bíblico-catequética.

Desde 2012, a coordenação arquidiocesana de animação bíblico-catequética organiza grupos de trabalho para estudar, planejar, elaborar e acompanhar a formação de instrumentos que atualizem a IVC, conforme a realidade diocesana.

Além disso, espaços de formação de catequistas foram estimulados a desenvolver os temas da iniciação, para difundir os conceitos e práticas que são específicos de um projeto que não é isolado, mas depende de uma comunidade paroquial unida e organizada. “A IVC em nossa paróquia tem como consequência o fortalecimento e a maior comunhão entre as pessoas. Tanto maior ainda para a catequese, que recupera as relações com as famílias e reafirma os valores do Evangelho.  Com motivação, formação e criatividade percebemos que este projeto favorece a articulação entre as diversas pastorais”, lembrou a coordenadora paroquial de catequese da Paróquia São João Evangelista, de Biguaçu, Paula Barbosa.

O fruto concreto deste projeto na Arquidiocese é a implantação do Itinerário da Família. E também o Itinerário de Iniciação à Vida Cristã volume 1, que desenvolve com os catequizandos, os conteúdos básicos na caminhada do anúncio de Cristo e do aprofundamento da fé. Ainda estão por serem concluídos os volumes 2 e 3, que contam com a participação de diversos catequistas na elaboração. O casal Valdinei e Claudinete Albino, pais do catequizando Nicolas, da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, bairro Floresta, em São José, destaca: “Ao participarmos das formações para os pais e das celebrações, cresce um sentimento de que somos parte deste mundo que Deus sonhou para nós e nos identificamos mais com os ensinamentos de Jesus. Firmamos nossa identidade católica e amadurecemos a nossa fé”.

Coordenadora paroquial de catequese da Paróquia São João Evangelista, Biguaçu, Paula Barbosa.

Coordenadora paroquial de catequese da Paróquia São João Evangelista, Biguaçu, Paula Barbosa.

Agradecemos a todas as pessoas que têm colaborado neste trabalho arquidiocesano. Com certeza, os frutos e as alegrias serão contados pelas pessoas que fizeram parte e estiveram envolvidas neste processo.

Por: Ir Marlene Bertoldi – Coordenação Arquidiocesana de Animação Bíblico-Catequética

Matéria publicada no Jornal da Arquidiocese, edição de novembro de 2016, página 09.

 

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*