A Ação Social da Trindade e a Ação Social Arquidiocesana (ASA) de Florianópolis realizaram na noite de terça, 27 de março, o Seminário da Campanha da Fraternidade 2018: superação da violência. O evento aconteceu no auditório da Paróquia Santíssima Trindade, em Florianópolis, e contou com a participação de cerca de 120 pessoas.

A abertura dos trabalhos foi realizada pelo pároco da Paróquia da Trindade, Frei Evandro Aparecido de Souza, que ressaltou o lema da CF 2018 “Vós sois todos irmãos (Mt 23, 8)”. Disse que esse é o maior desafio de hoje. Em seguida, o sociólogo e secretário executivo da ASA, Fernando Anísio Batista, tomou a palavra e falou que o seminário é uma reflexão de como superar a violência.

O primeiro palestrante da noite, Pe. Vilson Groh, relatou que se a gente não se colocar do lado de quem sofre, nós naturalizamos a discriminação do outro. “Ser irmão é reconhecer que o outro é pele da minha pele, osso dos meus ossos”, afirma o padre, destacando ainda que, o primeiro passo para superar a violência é a capacidade de reaproximação com o outro.

A especialista em Direito e Processo Civil e atual presidente do Conselho Comunitário de Segurança (CONSEG) Bacia do Itacorubi, Ana Claudia Caldas, destacou a necessidade de mudanças no processo de construção da convivência social. Ela apresentou experiências do Projeto Vizinho Solidário, implantado no Balneário Daniela, onde a comunidade se envolveu em ações comuns, resultando, consideravelmente, em redução da violência no bairro.

Após realizar um breve histórico de acontecimentos no mundo que feriram a dignidade humana, o juiz de direito do Poder Judiciário de Santa Catarina Dr. João Marcos Buch, comentou que o ódio não pode ser a resposta para a violência. Segundo ele, “é possível diminuir a população carcerária com a valorização da família, com oportunidades e educação de qualidade”, assegura. Buch afirmou que o mal maior é aquele que não aparece, por isso a necessidade de mudanças desde os primeiros anos.

No final das explanações dos palestrantes, Frei Evandro agradeceu a todos pela presença e realizou uma motivação para que a promovessem ações de paz.

Por José Allison Santos
Assessor de imprensa
Ação Social Arquidiocesana de Florianópolis

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*