Neste Ano do Laicato, quatro leigos decidiram ofertar sua vida para a construção do Reino de Deus. A Arquidiocese de Florianópolis anuncia com grande alegria a ordenação diaconal dos seminaristas Guilherme dos Santos, Paulo Sérgio Chaves, Philipe Valdenô Damazo e Sérgio Luís Pedrotti. A Missa será presidida pelo Arcebispo Dom Wilson Tadeu Jönck, scj, no dia 21 de abril, às 09h30, na Paróquia Santa Teresinha, em Brusque.

Conheça o projeto vocacional, “Cada Comunidade Uma Nova Vocacação”. 

 

Seminarista Guilherme

O despertar e o perseverar de uma vocação é envolvido por dois olhares: o de Jesus, que nos olha com amor, seduz-nos e nos convida a segui-lo, e o olhar do povo que espera desejoso por pastores e desperta o zelo de doar a vida. Daí brota uma resposta generosa, expressa na vida entregue através do ministério ordenado”.

Guilherme, 24, entrou no seminário em 2009.

 

 

 

 

 

 

Seminarista Paulo

“O importante ao discernir um chamado, uma vocação, é saber qual é o nosso ideal como cristãos. Esse ideal é o próprio Deus, isto é, buscar o Senhor diariamente. Assim, junto do Senhor, quando chegar a hora, ele falará ao nosso coração o que quer especificamente de nós e, a partir disso, não tenhamos medo de dizer sim a ele”.

Paulo, 36, entrou no seminário em 2010

 

 

 

 

Seminarista Philipe

“Sou muito feliz e realizado na vocação à qual Deus me chamou. Convido os jovens para dar o seu sim, simples e generoso, para o chamado que Deus sempre faz”.

Philipe, 32, entrou no seminário em 2010

 

 

 

 

 

 

Seminarista Sérgio.

“O importante é estar atento ao caminho que construímos junto com Deus, ao longo da vida. É buscar responder, através de uma experiência profunda de encontro diário com o Senhor Jesus, àquele chamado, àquela vocação específica na qual podemos melhor colaborar com a missão de Deus. É cooperarmos com sua graça naquelas realidades para as quais o Senhor nos envia, no meio do povo”.

Sérgio, 46, entrou no seminário em 1984

 

Matéria publicada na edição de abril de 2018 do Jornal da Arquidiocese, pág. 04.

 

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*