Está em cartaz em todo país o filme “Paulo, Apóstolo de Cristo”. Os ensinamentos sobre amor, misericórdia e graça estão sendo muito aguardados pelos brasileiros.

Com o subtítulo de “Onde abundou o pecado, transbordou a graça”, referindo-se ao texto de Romanos 5,20, o longa conta o testemunho de vida do homem que se transformou de perseguidor a propagador do Evangelho.

Lançamento da Sony Pictures, com produção da Affirm Films, estúdio especializado em filmes baseados na fé, “Paulo, Apóstolo de Cristo” conta com um elenco renomado de atores. Além disso, muito do que é valorizado pelos cristãos ficou nas mãos do diretor e roteirista do filme, Andrew Hyatt: A fidelidade do que é retratado no longa às escrituras bíblicas. “Sempre começamos com as escrituras em primeiro lugar, pois tudo precisa ter a Palavra como referência. Essa é a prioridade”, lembrou o diretor, que é cristão e salienta o poder evangelístico do filme. “Espero que a igreja vá assistir ao filme, mas adoraria que ele atraísse aos que estão em dúvida da sua fé ou sentem que não podem ser perdoados por Deus e que sua graça não seria grande suficiente. Esse filme mostra que é”.

Em cerca de 1h e 48 minutos de duração, “Paulo, Apóstolo de Cristo” carrega consigo uma mensagem que já tem tocado o coração de muitos. Para a campanha nacional de lançamento do filme, foram realizadas mais de 25 pré-estreias e cabines para influenciadores, artistas e grandes líderes religiosos por todo país. Foram mais de 7 mil pessoas impactadas diretamente e, todas elas, com opinião unânime sobre a história.

O cônego Leandro Câmara, reitor do seminário arquidiocesano São José, por exemplo, disse que ao assistir ao filme poderemos perceber a renovação da motivação de anunciar o Evangelho e isso está na força do amor e do perdão.

Leia mais opiniões sobre o filme:

Bispos em Aparecida recomendam filme “Paulo Apóstolo” para cristãos e ateus

 

Sobre o enredo do filme

Nossa história se passa no final da vida de Paulo. Ele está na prisão Mamertina, em Roma. Ele foi acusado pelo imperador Nero de incendiar metade de Roma, e esse é um momento em que os cristãos eram muito perseguidos. É durante o circo de Nero, isto é, quando eles penduravam os cristãos em estacas e os queimavam pela cidade. É uma época muito escura e tenebrosa em Roma. E Paulo, acusado dos incêndios, acabou de ser preso.

Basicamente na nossa história, ele está esperando para morrer. Está sozinho e na escuridão. E se lembramos dos Atos dos Apóstolos, uma figura muito importante na vida de Paulo é Lucas, o médico. E então, nossa história é sobre Lucas se esgueirando por Roma para levar algum consolo a Paulo nos seus últimos dias, e o que resulta disso é que Lucas e Paulo decidem levar a história de Paulo ao mundo. É quase o começo da escritura dos Atos dos Apóstolos, então, nossa história realmente gira em torno dessa ideia de que Lucas e Paulo recordam sua história juntos e começam a escrever os Atos dos Apóstolos.

#PauloApóstolodeCristo #3demaio #PauloApostoloFilme 

Algumas opiniões sobre o filme:

“Sony parabéns!!! Impresionante!!! Terminou o filme a sala lotada era um silêncio total. Reflexão, meditação, aprofundamento na fé. O filme é tão catequese como nos faz aprofundar mias nos mistérios de Jesus Cristo. Valeu a pena assistir. Vou recomendar a todos.” Maria Yamasaki – Jornalista e teóloga.

“Conheço todos os filmes que falam da vida de Paulo, mas este talvez seja o melhor. Tenho mestrado em Bíblia e especialização nos escritos paulinos. Muito bom. Fiel ao texto bíblico. Revela bem a essência do cristianismo.” Brasília. Pe Antoni Niemiec – Assessor da Comissão Missionária da CNBB

“(…) este filme mostra que a vitória está não na violência, nem no ódio, nem na morte, mas no amor que supera tudo. Parabéns!” Dom José Carlos Chacorowski – Bispo de Caraguatatuba (SP)

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*