Apresentação artística na festa da Santíssima Trindade.

Arte integrando as crianças

A Ação Social da Trindade (AST), fundada em 1955, é a segunda mais antiga da Arquidiocese. Localizada no bairro Trindade, junto à igreja matriz da Paróquia Santíssima Trindade, em Florianópolis, a AST desenvolve ações e projetos em uma região marcada por contrastes sociais: de um lado, o saber acadêmico e tecnológico das universidades (UFSC e UDESC), grandes empresas públicas e privadas, e do outro, um grande número de empobrecidos que habitam os morros que a circundam e enfrentam sérios problemas sociais, como desemprego, gravidez precoce, drogas e conflitos familiares.

Com o compromisso de fidelidade ao Evangelho que afirma “o que fizerdes a um desses pequeninos, a mim o fizestes” (Mt 25), a Ação Social da Trindade tem, entre os objetivos, o desenvolvimento de ações e projetos que levem à promoção integral do ser humano, à justiça e à igualdade social e que respeitem os valores éticos e sociais da pessoa e da família, para favorecer a integração dos membros da comunidade atendida.

Segundo o Pároco da Paróquia Santíssima Trindade Frei Evandro, “a ação social mantém projetos voltados para as comunidades carentes dos bairros Pantanal, Poção, Serrinha, Itacorubi, Morro do Quilombo, Trindade, Córrego Grande, Carvoeira, Santa Mônica e Morro da Penitenciária”.

A Ação Social da Trindade mantém três casas de atendimento de fortalecimento de vínculo para mais de 420 crianças e adolescentes, além de projetos voltados para família, gestantes e idosos. São elas: Creche São Francisco de Assis e a Casa São José, no Morro da Serrinha, e a Casa da Criança, no Morro da Penitenciária.

Além destes, a AST tem muitos outros trabalhos sociais. Confira todos eles no site da Arquidiocese: www.arquifln.org.br.

Aula de informática

Os recursos para o funcionamento da Ação Social da Trindade chegam através do dízimo da comunidade paroquial, de doações espontâneas, brechós, feira de artesanato, almoços, jantares e a tradicional Festa da Santíssima Trindade. Esses eventos são realizados através do serviço de voluntários participantes nas comunidades.

 

 

 

 

Colaboração:  Frei Evandro Aparecido de Souza

Matéria publicada na edição de agosto de 20108 do Jornal da Arquidiocese, página 10. 

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*