Na manhã do domingo, 13 de maio, em Missa presidida pelo Arcebispo, Dom Wilson Tadeu Jönck, sjc, a Irmã Maria Madalena do Coração de Jesus, 37 anos, fez a Profissão de Votos Solenes, tendo como local, a capela do Carmelo Cristo Redentor, em Picadas do Sul, São José.

Ela se consagrou a Deus para sempre, na Ordem da Bem Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo.

 

Uma história de vida

Irmã Maria Madalena nasceu no dia 29 de novembro de 1980, no município de Quixeramobim, Ceará. Filha de José Romualdo da Silva e Maria das Dores da Silva, é a quinta, entre oito irmãos.

Em sua infância viveu a alegria de um lar cristão bem unido e de boa convivência.

Na adolescência foi à cidade de Quixeramobim com os primos e primas para continuar seus estudos. Nesta cidade participava ativamente dos movimentos que havia na paróquia.

Aos 17 anos foi à cidade de Fortaleza com sua irmã, para continuar os estudos e trabalhar. Aos poucos foi se afastando dos Sacramentos, como tantos jovens. Estava voltada para as amizades e festas.

A chama do amor de Deus, porém, a acompanhava e sentiu interesse em participar de um evento da Comunidade Católica Shalom, chamado de Renascer, um retiro de carnaval.

A partir deste momento se volta novamente para Deus e começa uma caminhada de encontro com Cristo. Sente o desejo de se consagrar inteiramente a Deus e, através do livro “Caminho de Perfeição” de Santa Teresa de Jesus, e outro sobre Santa Teresinha, foi despertando seu interesse pela espiritualidade carmelitana. Sentindo que Deus a chamava para o Carmelo deixou tudo e deu sua resposta de amor ao Senhor.

Entrou no Carmelo dia 07 de junho de 2013 e recebeu o Santo Hábito no dia 08 de dezembro do mesmo ano, iniciando assim o Noviciado. Fez sua Profissão Temporária no dia 1º de maio de 2015 e, no ultimo dia 13 de maio, a Profissão de Votos Solenes, consagrando-se a Deus para sempre.

Uma das grandes motivações para viver sua doação total a Jesus para sempre, encontrou nos escritos de Santa Teresinha: “Compreendi que o amor encerra todas as vocações, que o amor é tudo, alcançando todos os tempos e lugares … numa palavra, é eterno. Minha vocação é o AMOR! No coração da Igreja, minha Mãe, serei o Amor!”

As palavras que a tocaram profundamente e a levaram a se unir a Santa Teresinha no mesmo ideal foram: “A minha missão é fazer amar a Deus como eu O amo”. 

Fotos e outras informações sobre a vocação carmelita no site: carmelocristoredentor.org.br

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*