Foto: Márcia Cristina Ferreira

Foto: Márcia Cristina Ferreira

A Sexta-feira Santa caiu lentamente, e enquanto o horizonte era ponteado de um laranja dourado, as pessoas começavam a se aglomerar em volta da Igreja Matriz, no bairro de Bombas. Quando o pároco bombinense, Pe. Silvano Oliveira, iniciou a narração, todos os olhos se voltaram para o jovem ensanguentado que aos empurrões, propiciados por dois soldados, adentrava o meio da arena improvisada. Naquele momento era visível a emoção e comoção nos olhos das, cerca, de 500 pessoas entre moradores e turistas, que acompanharam a procissão pelas ruas de Bombinhas.

Em seu quinto ano de realização a encenação da Paixão de Cristo já entrou para o calendário local, e proporciona o encontro da comunidade religiosa e turistas, com um momento singular do cristianismo que une história, fé, emoção, devoção e reflexão.

Foto: Márcia Cristina Ferreira

Foto: Márcia Cristina Ferreira

Este ano Jackson Williams de Jesus, o Kinho, interpretou Jesus, que teve Brenda Melo como Maria, que seguiu firme a seu lado as 14 estações, suportando a dor do filho amado. Como sempre acontece nas encenações, Kinho, de fato, levou muitas chicotadas reais e também sabia que seria assim, pois, o momento exige esse toque de realismo. “Eu vinha me preparando há um tempo pra essa noite, foi muita emoção, uma honra. Foi minha primeira vez e agradeço a Deus por ter feito, estou todo dolorido mas valeu muito a pena”, comenta Kinho.

Foto: Márcia Cristina Ferreira

Foto: Márcia Cristina Ferreira

A cada estação foi feita uma encenação retratando o momento vivido por Jesus.  E dessa forma o cortejo chegou a Capelinha de Nossa Senhora da Imaculada Conceição, onde foram realizadas a 13º e 14º estações, que culmina com a morte de Jesus.

A ressurreição de Cristo foi realizada na Missa de Páscoa, no domingo de manhã, na igreja Matriz, onde Kinho percorreu os corredores sorridente, interpretando o Cristo vivo diante da igreja lotada e comovida. Essa Missa de domingo também marca o envio das sete Bandeiras do Divino Espírito Santo para percorrer as comunidades durante os 50 dias até a festa de Pentecostes, em 4 de junho.

Foto: Márcia Cristina Ferreira

Foto: Márcia Cristina Ferreira

A encenação da Paixão de Cristo contou com o apoio da Prefeitura de Bombinhas, Complexo Pousada Vila do Farol e Polícia Militar de Bombinhas. Para o ano de 2018 a organização já começou a trabalhar e promete uma superprodução ainda mais emocionante.

Por Márcia Cristina Ferreira
Pastoral da Comunicação
Paróquia de Nossa senhora da Imaculada Conceição

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*