Fé, emoção e tradição na 2ª Festa do Divino Espírito Santo de Bombinhas.

A Comunidade bombinense celebrou, de 02 a 05 de junho, sua 2ª Festa do Divino Espírito Santo, encabeçada pela Comunidade de Nossa Senhora dos Navegantes, em grande estilo, com toda a realeza que o festejo pede, mas, principalmente, com a espiritualidade esperada. Já na sexta-feira o desfile do Cortejo Imperial formado pela corte com 29 integrantes, mais sete dons, uma criança representando Nossa Senhora, os bandeireiros, a Banda Municipal de Balneário Piçarras que tocou em dois desfiles do cortejo, os pais do casal imperial, a comitiva do Divino Espírito Santo e os fiéis, curiosos e visitantes que acompanharam os desfiles.

No dia 03, sábado, foi a vez das sete Bandeiras do Divino Espírito Santo retornar a Paróquia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição, com o dever e missão cumpridos, cheios de relatos de graças, esta missa normalmente realizada na Igreja Matriz, este ano, também, foi feita na Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes.

O grande dia de Pentecostes iniciou com chuva durante a madrugada, mas assim que o céu clareou um sol digno do Divino reinou toda a manhã, o que proporcionou um lindo desfile do Cortejo, prestigiado pela prefeita Ana Paula da Silva, a Paulinha, conduzindo sua Bandeira do Divino. A emoção era visível tanto nos adolescentes e crianças, quanto nos adultos do Cortejo e também nos pais, familiares, amigos e comunidade em geral que orgulhosa não perdia um único detalhe.

O pároco local, Padre Silvano de Oliveira, presidiu três das celebrações do festejo, e falou da devoção do povo bombinense e sua dedicação na realização da festa: “este ano nós vemos que está ainda mais bonito que no ano passado, e meu conselho a vocês é para que a cada tomada de decisão, por menor que seja, que não a façam sem antes fazer uma oração e consultar o Divino Espírito Santo”. A prefeita Paulinha, também, elogiou a dedicação da comunidade na organização do festejo e enfatizou que seguirá o conselho do pároco. “Eu e o Paulinho queremos homenagear a toda a comunidade católica de Bombinhas, que preparou com tanto capricho este dia tão lindo e tão emocionante. Eu seguirei seu conselho padre, quando eu tiver que tomar alguma decisão pedirei a orientação ao Divino Espírito Santo”, ressalta Paulinha.

Ainda, durante a missa, foi realizado o sorteio do casal imperial de 2018, haja vista, haver muitos adolescentes interessados em conduzir a corte do próximo ano. Usarão a coroa em 2018 os jovens Artur Frota e Laís da Mata. Ao término da celebração foi servido almoço no salão paroquial e no finalzinho do dia a domingueira correu solta até as 22 horas.

Na segunda-feira, com a missão cumprida, a comunidade participou da Missa de Ação de Graças em que o casal imperial de 2018 recebeu a coroa e o manto. Logo em seguida foi servido um jantar, onde o significado da partilha no total sentido da semântica foi concretizado, pois o Pentecostes, a Festa do Divino Espírito Santo é justamente uma grande partilha de fé, emoção, devoção, união e gratidão.

A Festa do Divino Espírito Santo de Bombinhas contou como o apoio do Núcleo de Estudos Açorianos – Nea da Ufsc, da Prefeitura de Bombinhas e da Fundação Municipal de Cultura, além da dedicação da comunidade bombinense. Que venha o festejo de 2018!

Por Márcia Cristina Ferreira – Assessora de Imprensa da Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas

Coordenadora da Pastoral da Comunicação da Paróquia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição

Seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios

*