(Criada a 5 de janeiro de 1979)

CNPJ 83.932.343/0050-08

Endereço    Rua Santa Rita de Cássia, 1050 Coloninha

88090-350 Florianópolis – SC

Fone/Fax    (48) 3365-8604

E-mail    [email protected]

Expediente: de terça a sexta, das 08h às 12h e das 13h30 às 17h30

sábado, das 08h às 11h

Missas

Terça a quinta: 19 h

1ª Sexta-feira do mês: 19h

Sábado: 19h

Domingo: 08h e 19h

 

Secretária    Jaqueline Regina Eliseu

 

Pároco    Jeferson Francisco dos Santos

Diácono    Antônio Camilo dos Santos

Comunidade

Padroeiro(a)                                                                                                        Localidade                                 Criação

 1    Matriz: Santo Antônio e Santa Maria Goretti                           Coloninha                                   1979

2    Nossa Senhora Aparecida e São Geraldo                                   Promorar                                    1994

HISTORICO

Criada em 05 de Janeiro de 1979 (36 anos)

A Comunidade da Coloninha teve seu início pelos idos de 1940, quando era apenas um aglomerado de pouco mais de 10 casas, construídas em terras devolutas, próximas ao Grupo Escolar Otília Cruz. Contam antigos moradores, que as casas eram todas rústicas, de chão batido, com exceção da casa da “preta Leonora, onde, costumeiramente, se rezava o terço”.

Por constituir-se em um Bairro de periferia, o atendimento espiritual era precário. Por volta de 1950, os Congregados Marianos da Paróquia, juntamente com as Irmãs Salvatorianas, se dispuseram a realizar um apostolado junto aos moradores desta incipiente comunidade.

Em 1959 aconteceu, pela primeira vez na Comunidade, a cerimônia da Primeira Comunhão, com a participação de 55 crianças.

Em 19 de junho de 1960, uma procissão saída do então Hospital Sagrada Família (hoje Hospital Florianópolis), trouxe uma grande cruz de madeira, plantada no chão onde hoje se encontra edificada a Igreja Matriz da Paróquia. Acompanharam a procissão, encabeçada pelo Vigário do Estreito, Pe. Quinto David Baldessar, as imagens dos padroeiros: Santo Antônio, trazida pelos homens e Santa Maria Goretti, conduzida pelas mulheres. Foi o marco inicial para a construção da Capela.

No dia 27 de abril de 1962, com a presença do Sr. Arcebispo Metropolitano, Dom Joaquim Domingues de Oliveira e do Vigário da Paróquia, foi solenemente inaugurada a nova Capela. Na oportunidade foi ministrado o Sacramento da Crisma a 356 pessoas.

No dia 27 de outubro de 1968, em terreno adquirido ao lado da Capela existente, foi lançada a pedra fundamental da nova e ampla Capela, que se tornaria Igreja Matriz de uma nova Paróquia. Oito anos após o início da construção, que neste período teve algumas modificações no projeto inicial, foi solenemente inaugurada, a 17 de outubro de 1976.

No dia 5 de janeiro de 1979, tornava-se realidade o sonho dos moradores da Coloninha: um Decreto da Cúria Metropolitana criava a Paróquia Santo Antônio e Santa Maria Goretti. Às 19,30 horas do dia 07 de janeiro, o Sr. Arcebispo Metropolitano, Dom Afonso Niehues celebrava a Santa Missa de instalação da nova Paróquia, empossando seu primeiro Pároco, Frei Florêncio Gelain OFMCap., um Padre Missionário Capuchinho que pedira exclaustração de sua Ordem, sendo aceito para residir na Arquidiocese.

Pe. Florêncio, que recebeu dispensa dos votos solenes a 10 de janeiro de 1980, foi em seguida incardinado na Arquidiocese, vindo a falecer, ainda como Pároco da Coloninha, no dia 10 de setembro de 1980.

A 15 de março de 1980 se fixava na Coloninha a Congregação das Irmãs Maristas.