Programação de missas, confissões e devoções na Paróquia e Santuário Nossa Senhora da Imaculada Conceição de Angelina

Missas:

Terça – 19h

Sábado – 19h

Domingo – 08h e 10h (Missa dos romeiros)

1ª sexta-feira do mês – 08h

 

Devoções:

Adoração ao Santíssimo: Quinta-feira, 19h

Terço dos Homens: Sexta-feira, 19h

 

Hospital e Maternidade Nossa Senhora da Imaculada Conceição

Missas:

Terça-feira e sexta-feira – 11h15

 

Capela do Convento das Irmãs Franciscanas de São José

Missas

Quinta-feira e sexta-feira – 18h15

Domingo – 07h30

 

Confissões:

Durante a semana há sempre um padre para atendimento de confissões.

Sábado: período da manhã

Domingo: às 09h  e depois das missas na igreja

LOCALIZAÇÃO

Endereço: Praça Nicolau Kretzer, 254
88460-000 Angelina SC
Fone: 48 3274-1185

Site: www.santuarioangelina.com.br

E-mail: [email protected]

Rádio: www.portaldovalefm.com (transmissão do programa A Voz do Santuário, de segunda-feira a sábado as 08h30 e aos domingos missas às 10h)

Expediente:

Segunda a Sexta-feira: 08h-12h/14h-18h
Sábado: 08h – 12h

Secretários(as): Dalila Maria Kretzer/ Nhyandra Bruch

Pároco / Adm.:

Pe. Frei Paulo Cézar Magalhães Borges, OFM.

Vigário(s):

Pe. Frei João Maria dos Santos, OFM
Pe. Frei Luís Antônio Aliberti, OFM
Pe. Frei Nestor Kuhn, OFM

Pe. Frei João Maria dos Santos, OFM.

 

Diácono(s): Francisco Assis Schwinden
José Vicente Allein

HISTORICOCriada em 08 de Abril de 1921 

A Colônia de Angelina foi fundada ao 10 de dezembro de 1860, pelo Presidente da Província Francisco Carlos de Araújo Brusque, também encarregado de criar, na mesma época, as colônias de Teresópolis e Brusque. Logo no início da fundação, foi erigida uma Capela, sob a invocação de São Carlos Borromeu, feita de barro, às margens do rio Mondeo. Em 1863, Pe. Roberto Bucher ali celebrou a primeira Missa.

Até 1891 a Capela pertencia à Paróquia de São Pedro de Alcântara. Desta época em diante, até a sua ereção em Paróquia, pertenceu ao Curato de Teresópolis e, posteriormente, à Paróquia de Santo Amaro, sendo atendida pelos Padres Franciscanos. Em 1897 iniciou-se a restauração total da antiga Capela, sendo que, a 08 de janeiro de 1899, Frei Burchardo Sasse OFM, nela celebrou Santa Missa, benzendo as novas instalações.

Em 1899 foi iniciada a construção de uma Gruta, em honra de Nossa Senhora de Lourdes. A iniciativa foi de Frei Zeno Wallbroehl OFM, para cumprir promessa feita em 1897, durante uma enfermidade, em que havia sido desenganado pelos médicos. Nesta gruta foi colocada uma estátua de Nossa Senhora de Lourdes, medindo 1,90 m., doada por Frei Zeno e benta por Dom José de Camargo Barros, Bispo de Curitiba, no dia 14 de agosto de 1902.

Os trabalhos de acesso à gruta, que duraram cerca de 5 anos, estiveram a cargo dos Freis Josaphat Immenkoeter e Burchardo Sasse OFM, sendo que somente a 15 de agosto de 1907 foi a imagem colocada em seu nicho, após uma solene Missa e grandiosa procissão comemorativa. A 10 de junho de 1910 foi fundado o Apostolado da Oração na Capela.

Em 1920, no definitório dos Padres Franciscanos, foi decidida a instalação de uma Comunidade em Angelina. Após estudos, optou-se por adquirir uma casa já construída, para nela se instalar a nova Comunidade.
A 8 de abril de 1921, pelo Decreto nº 6, assinado por Dom Joaquim Domingues de Oliveira, foi criada a Paróquia de Angelina, sob a denominação de Imaculada Conceição de Angelina, com território totalmente desmembrado da Paróquia de Santo Amaro. A cerimônia de instalação e posse do primeiro Vigário, Frei Gervásio Kraemer OFM, foi presidida pelo Côn. Francisco Giesberts, então Pároco de São Pedro de Alcântara, pelas 9 horas do dia 17 de abril de 1921.

No dia 26 de fevereiro de 1927, para grande alegria da Comunidade, chegaram as Irmãs Franciscanas de São José, em número de 3(Irmãs Pelágia, Emanuela e Simplicia). Ali fundaram, com a devida licença do Arcebispo Metropolitano, um Colégio e um Noviciado de Irmãs, este instalado já a 4 de outubro de 1927, com 5 moças aspirantes à vida religiosa.

O Colégio, que denominado Nossa Senhora de Angelina, foi inaugurado a 4 de agosto de 1929, iniciando suas atividades a 6 de agosto do mesmo ano, com 30 alunos. A 17 de fevereiro de 1963 fundou-se uma Sociedade Civil sem fins lucrativos, com o objetivo de construir um hospital para a Comunidade. Após a construção, previam os estatutos sociais, a obra deveria ser entregue à administração da Congregação das Irmãs Franciscanas de São José. Concluída a obra, a própria Sociedade passou a administrá-la, entregando-a àquelas Irmãs somente em julho de 1983, estando o Hospital funcionando, plenamente, até hoje.

A 8 de outubro de 1946 foi iniciada a construção da nova Igreja Matriz, que veio a ser inaugurada a 23 de maio de 1948. Pela Lei Estadual nº 781, de 7 de dezembro de 1961, Angelina foi elevada à categoria de Município.

Por Decreto Episcopal de Dom Afonso Niehues, datado de 06 de fevereiro de 1988 foi criado o Santuário Arquidiocesano de Nossa Senhora de Angelina, instalado na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Imaculada Conceição e na Gruta anexa. As cerimônias de instalação foram presididas pelo então Bispo Auxilar de Florianópolis, Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger, SCJ, no dia 11 de fevereiro do mesmo ano. O mesmo Decreto determinou que, “o Reverendíssimo Pároco de Nossa Senhora da Imaculada Conceição, de Angelina, assume, cumulativamente, o título e ofício de Reitor do Santuário. ” Em consequência desta determinação, foi nomeado primeiro Reitor do dito Santuário Frei Ceciliano Meurer OFM.

Atualmente a Paróquia abrange os Municípios de Angelina e Rancho Queimado.